23 de dez de 2011

Natal dos Pequeninos



DEZEMBRO

Quando chega dezembro
O tempo corre depressa
O mundo está se vendendo
Não tem tempo pra conversa
O bom velhinho descendo
Muito saco pra encher
É noite de festa
Ninguém me interessa
Vamos comprar e vender
É noite de festa
Ninguém me interessa
Vamos comer e beber

É hora é hora
Do faturamento
Adeus bom menino
Adeus sentimento
Badalam-se os sinos
E poucos se lembram
A função do seu nascimento.


("O Natal dos Pequeninos", de Lauande Aires [visto aí na foto, no papel do Anjo)

3 comentários:

  1. A tradição de poetas/escritores/dramaturgos realizarem (boas) escrituras sobre o Natal (Graças a Deus!), continua, com Lauande Aires!

    ResponderExcluir
  2. Este espetáculo foi montado pelos grupos Quarta Parede e Tapete (2006) Tapete (2007 e 2008) Escola Frei Alberto (2010 e 2011) e estreia no Amapá dia 27 deste. Coisa rara é texto sem môfo, que deus me abençoe e a todos os nossos pequeninos produtores.

    ResponderExcluir

LEIA, COMENTE, E DIVULGUE!