12 de nov de 2013

Ator maranhense faz sucesso em Nova Iorque

Maranhense escreve sua primeira peça em Nova Iorque

12/12/2012 09:36:17 AM 

Em seu primeiro trabalho oficial como escritor, Victor aborda a angústia e todos os sentimentos de antecipação relacionados a um jovem condenado à morte.

Divulgação
Victor Vauban estreiou escreveu a peça “It’s Gonna Be Friday”.

Victor Vauban estreiou escreveu a peça “It’s Gonna Be Friday”.


O ator maranhense Victor Vauban Junior está com tudo e não está prosa. Depois de encerrar com sucesso mais uma temporada com o Circus Amok, e iniciar preparativos para a ópera “Les Noces” de Stravinsky com a Brooklyn Philharmonic Orquestra (Orquestra Filarmonica do Brooklyn), o ator estreia em dezembro como escritor no projeto “Writers In Performance” (Escritores Em Atuação), uma coletânia de peças e poemas saídos de um “workshop” oferecido pelo Tribeca Performing Arts Center.

Victor em seu primeiro trabalho oficial como escritor em “It’s Gonna be Friday!” (Vai ser na Sexta-feira!) aborda a angústia e todos os sentimentos de antecipação relacionados a um jovem condenado à morte em uma prisao norte-americana. O tema discute ainda polêmicas socias tais como o incessante aumento no número de adolescentes cumprindo penas judiciais, o abuso de drogas e o descaso com a juventude.

Em 1999, durante a sua formatura pelo Instituto Brasil-Estados Unidos, no Rio de Janeiro, onde recebeu uma bolsa de estudos para estudar Inglês, Victor nunca imaginou que um dia estaria escrevendo histórias em um outro idioma, em um outro país. Com o novo titulo de escritor, Victor, artista circense natural de São Luis e radicado nos Estados Unidos desde 2003, vem diversificando ainda mais a sua carreira desde que deixou sua cidade natal em busca de melhores oportunidades de trabalho no Rio de Janeiro, onde ingressou na conceituada Escola Nacional de Circo.

A partir daí, não lhe faltaram convites para integrar diversas compahias de circo e dança. No Brasil como circense trabalhou com, “Os Trapalhões,” “Beto Carrero show,” “Gran-Bartholo” e o “Gran-Circo Norte Americano.” Victor ainda no Brasil teve a oportunidade de trabalhar com conceituados bailarinos e coreōgrafos tais como Valeria Monã, Charles Nelson, Claudia Ribeiro, Gilberto de Assis e Valter Ribeiro. Na Tv participou em seriados da estinta TV Manchete e na TV Globo.

Atualmente em Nova Iorque, Victor dá aulas de circo no projeto social do Cirque du Solei e frequentemente participa de peças off-Broadway; e quando tem uma folga faz shows de samba para matar a saudade do Brasil. “Ė gratificante rever a minha trajetória artistica de São Luis do Maranhão a Nova Iorque com o sentimento de que estou apenas no começo. Estou bastante entusiasmado com este novo capítulo como escritor. Sempre digo aos meus conterrâneos ‘Vale a pena sonhar e lutar por um ideal. Educação em primeiro lugar’”, diz ele.

Ator maranhense faz sucesso em Circo mambembe novaiorquino

09/26/2012 09:21:15 AM 

Circus Amok é uma premiada companhia de teatro circense sediada em Nova Iorque.

Divulgação
Victor Vauban se apresentado no circo cicrcense “Amok”.

Victor Vauban se apresentado no circo cicrcense “Amok”.

Divulgação

Victor Vauban.


Estreou, no último dia 8 de setembro, nos parques de Nova York, o espetáculo circense, “Moo,” que traz o ator maranhanhense Victor Vauban Júnior. Radicado em Nova Iorque desde 2003, Victor vem se destacando no meio cultural novaiorquino através de vários espetáculos de teatro, dança e circo.

Quando iniciou sua carreira artística, no extinto grupo teatral Nova Semente, dirigido por Lúcia Nascimento, em São Luís do Maranhão, nos anos 80, Victor nunca imaginou que um dia estaria atuando no exterior e em uma conceituada companhia circense, como o Circus Amok. Nos anos 90, já no Rio de Janeiro, Victor ingressou na Escola Nacional de Circo do Rio de Janeiro, que lhe abriu as portas para o Gran-Bartholo Circo, Beto Carrero Show, Gran-Circo Norte Americano e conceituadas companhias de danças, ao lado de Valéria Mona, Charles Nelson e Valter Ribeiro.

Em busca de novas experiências e decidido a ampliar o campo de trabalho na década seguinte, Victor ingressa no UniverSoul Circus, companhia circense norte-americana que junta artistas negros de várias partes do mundo em um espetáculo multicolorido, tendo como grande alvo o entretenimento da comunidade negra norte-americana. Além de atuar frequentemente em espetáculos off-Broadway, Victor dá aulas de circo para o “Cirque du Monde,” um projeto social do Cirque du Solei, presente em mais de oitenta países. “Me sinto satisfeito e realizado quando analiso a minha trajetória, que parece estar apenas no começo.

Gostaria que os meus compatriotas nunca parassem de lutar para dar um futuro melhor para as nossas crianças e o nosso amado país,” diz Victor.
Victor está com a companhia desde de 2008 e, nesta temporada, o Circus Amok apresenta “MOO,” uma divertida comédia que leva o público em uma emocionante aventura cheia de perigos, caos, disputa política, fuga de credores, artistas desaparecendo misteriosamente e uma vaca à solta. Victor, juntamente com a animada troupe, apresenta números de malabaristas, perna-de-paus, equilíbrio na corda bamba, excitantes coreografias, trampolim e um afiado discurso político, capaz de envolver adultos e crianças numa só gargalhada.

Circus Amok é uma premiada companhia de teatro circense sediada em Nova Iorque. Desde a sua fundação, o circo de um picadeiro é um circo político ao ar livre, e que não usa animais. Fundada em 1989 por Jennifer Miller, a carismática mulher barbada, que também é a mestre de cerimônias. Circus Amok vem percorrendo os parques da cidade a cada verão desde 1994, e traz um engraçado, afiado e glamouroso espetáculo circense, que lida com as questões de justiça social para um diverso público de mais de 10.000 fãs a cada temporada. Sem perder o sentido lúdico na abordagem de temas polêmicos vividos pelo país.

O Circus Amok criou fama de “microne para as classes minoritárias do país”. “Fico feliz de fazer parte de uma companhia que tem como prioridade levar uma combinação de informação, diversão e alegria ao público, sem perder a magia do circo e a beleza do teatro”. Diz Victor.

(Reproduzido do site www.comunidadenews.com

Contacte o Comunidade News:
www.comunidadenews.com
info@comunidadenews.com

2 comentários:

  1. Obrigado, Lilo por ajudar na divulgacao do meu trabalho na minha terra natal que muito tenho saudade. Um grande abraco!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de estar em contacto com os acontecimentos do meus estado. O meu e-mail e' vjunior2009@gmail.com

    ResponderExcluir

LEIA, COMENTE, E DIVULGUE!