24 de set de 2014

Voto nulo não anula eleição!


















Se mais da metade dos eleitores optarem por anular o voto nas eleições, o pleito será invalidado, como muita gente acredita? E uma nova disputa terá que ser organizada num prazo de 40 dias, com novos candidatos?

A resposta, em ambos os casos, é: NÃO.
A confusão ocorre por uma interpretação equivocada do artigo 224 do Código Eleitoral, que prevê a necessidade de marcação de nova eleição se a nulidade atingir mais de metade dos votos do país. O grande equívoco dessa teoria reside justamente no que se identifica como “nulidade”.
De acordo com o TSE, essa nulidade não representa os votos nulos ou brancos - mas, sim, a votação em decorrência de fraudes, falsidades, coação, interferência do poder econômico e desvio e abuso de poder, além de propaganda ilegal que beneficiem um candidato em uma disputa majoritária.
Leia a matéria completa: http://goo.gl/sHsOVG

Fonte:  https://www.facebook.com/SenadoFederal?fref=photo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA, COMENTE, E DIVULGUE!