3 de jun de 2009


Anjo... Cara, e às vezes, voz de anjo, ele tem. Cantor, interprete, cantador de toadas, “puxador” de samba-enredo, radialista, porf. de artes e, claro, MadreDivino. O doce Gabriel Melônio foi anunciado como primeiríssimo diretor do enternamente desejado, querido, quase concretizado Museu da Imagem e do Som. O Órgão, em sucessivas administrações municipais e estaduais, nunca passou do sonho de realizadores, para se tornar concreto. Quem sabe desta vez... Pelo menos, placas há, no velho armazém do Desterro, ali em frente à. Às vezes murcha, Flor do Samba.


Carapitanga... Festa na praia. Cantor e compositor, Sergio Habibe acaba de ser confirmado na Superintendência da Cultura Popular, uma das mais importantes divisões da Secretaria de Estado da Cultura-Secma. Surpreso, o folclórico mundo da cultura popular maranhense, dando salvas de esperançosos foguetes.

Barricada... Na composição do xadrez administrativo da nova-velha-Secma, os irmãos-cantores Cláudio e Inácio Pinheiro foram cotados para o Centro de Criatividade Costa, filho e Teatro João do Vale, respectivamente. Nem esquentaram os tronos. Anunciado como interino, com ares de permanente, o cantor Roberto Brandão assumiu a direção do secular e reluzente Teatro Arthur Azevedo, órgão que, para, não poucos, acaba sendo mais irradiante e importante que a própria Secma. Motivo aliás, para muitos, suficiente para tornar-se uma fundação independente, a exemplo de outros espaços do gênero, como O Teatro Municipal do Rio, Teatro Guairá (PR), Teatro Amazonas, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA, COMENTE, E DIVULGUE!