17 de abr de 2013

Massacre de Eldorado dos Carajás: 17 anos


Hoje, no dia em que o assassinato de 19 trabalhadores sem terra completará 17 anos, MST irá bloquear rodovias em todo o país por 19 minutos.





Cruz marca o local do massacre em Eldorado dos Carajás













O Massacre de Eldorado dos Carajás foi a morte de dezenove sem-terra que ocorreu em 17 de abril de 1996 no município de Eldorado dos Carajás, no sul do Pará, Brasil decorrente da ação da polícia do estado do Pará.
.....


Monumento em homenagem aos 19 sem-terra mortos

Eventualmente 19 árvores mortas, uma para cada vítima, foram encontradas e dispostas formando o contorno do mapa do Brasil. Assim, em abril de 1999, na curva do S, local do massacre, mais de oitocentos sobreviventesconstruíram , sob a coordenação do educadorDan Baron, um monumento em homenagem aos 19 sem-terra mortos. O trabalho foi denominado de “AS CASTANHEIRAS DE ELDORADO DO CARAJÁS”.   

 
No centro do monumento, abaixo dos troncos das árvores, foi colocado um altar, intitulado pelos militantes de Altar de Protesto, uma espécie de tronco de castanheira cercado por 69 pedras pintadas de vermelho. No altar está cravada uma placa, com o nome dos 19 mortos no dia 17 de abril de 1996, como forma de homenagem.
   
    Monumento “As Castanheiras de Eldorado dos Carajás” Foto: Mª Silvia Cambraia (2007)
    
   Monumento “As Castanheiras de Eldorado dos Carajás” Foto: Mª Silvia Cambraia (2007)      
 
Após sete anos de sua construção o Memorial dos Sem-Terra, foi revitalizado. Durante o período de revitalização foram fincadas 19 cruzes próximo ao local do monumento, à beira da PA-150 (cruzes da libertação). Essas cruzes foram colocadas permanentemente ao lado do altar para que todos possam lembrar e refletir profundamente sobre o Massacre de Eldorado do Carajás. E, desde então, 17 de abril tornou-se o Dia Internacional de Lutas Camponesas.    

Um comentário:

LEIA, COMENTE, E DIVULGUE!